mostrasegmentos Cursos de Alimentos | Cursos SENAI Rio
Logo | Cursos SENAI Rio

 

Segmento Alimentos

Antes de escolher um curso do SENAI Rio, conheça melhor este segmento

Área que usa matérias primas de origem animal ou vegetal para a fabricação de alimentos industrializados, como os derivados de carnes e de laticínios, ou artesanais, como aqueles encontrados em padarias, confeitarias e restaurantes..

A indústria de alimentos vem gerando novos postos de trabalho a cada ano, para atender ao aumento do consumo de produtos alimentícios. E as novas tecnologias utilizadas, além da diversificação das linhas diet, light e infantil, entre outras, exigem profissionais cada vez mais qualificados.

Na indústria, você pode atuar em dois níveis: na produção ou no controle de qualidade dos produtos. Quem atua na produção responde pelas diferentes etapas do processo de fabricação. Nesta área há demanda por operadores e por técnicos, que são responsáveis pela supervisão das atividades produtivas.

Quem trabalha no controle de qualidade dos produtos faz ensaios físico-químicos e microbiológicos para garantir o alto padrão de qualidade dos alimentos produzidos e a segurança alimentar. Este profissional é cada vez mais requisitado, pois o consumidor está mais exigente e é preciso atender aos requisitos legais e aos padrões internacionais de qualidade.

Neste segmento, além das indústrias, você pode trabalhar em padarias e confeitarias, lanchonetes, restaurantes, cozinhas industriais e demais estabelecimentos ligados à gastronomia, além de supermercados e lojas de conveniência que oferecem alimentação.

Como é o mercado deste segmento no Rio?

Alimentos: salário médio pode chegar a R$ 2,57 mil.

A Capital do estado do Rio emprega 136.435 trabalhadores. A região Leste Fluminense é a segunda maior empregadora, com 29.158 postos de trabalho, seguida da Baixada Fluminense (Duque de Caxias), com 14.951. Em todo o estado há 236.102 empregados no setor, com salário médio de R$ 801,72. O segmento conta com 21.244 estabelecimentos no estado.

A região Norte possui a melhor remuneração no setor de Alimentos, com salário médio de R$ 971,40. É também a região que registra os melhores salários pagos aos trabalhadores com formação de Ensino Médio completo (em média, R$ 1.004,56) e àqueles com escolaridade mais alta (em média, R$ 2.574,03).

O MERCADO

Principal região empregadora - Capital 136.435
Região com maior participação no setor - Capital 57,79%
Número de estabelecimentos - Estado 21.244
Região com a maior média salarial - Norte R$ 971,40

Fonte: Elaboração Sistema FIRJAN com dados do Ministério do Trabalho e Emprego, referentes ao ano de 2010.