Mecânica e refrigeração: 5 dicas para capacitação nessas áreas | Cursos SENAI RIO

Blog

Em cerca de 15 anos, a mecânica e a refrigeração ganharam maior evidência no mercado do estado do Rio de Janeiro, com suas especificidades e atribuições: enquanto a primeira cuida do universo industrial, a outra investe no conforto humano. A mecânica, por ser generalista, tem formação aberta, que segue quatro linhas, a manutenção industrial, os processos de fabricação, o desenvolvimento de projeto e a automação mecânica. Já a refrigeração e a climatização envolvem o trabalho com geladeiras, freezers, câmaras frigoríficas, balcões, ar condicionado e split, entre outros.

“Grande parte das indústrias de médio e grande porte procura profissional com qualificação técnica por dois motivos, principalmente. Primeiro, porque ele tem o conhecimento abrangente das tecnologias que estão na formação. Em segundo, porque tem um nível tático de atuação dentro de uma instituição. Ele é o link entre o estratégico e o operacional”, ressalta o professor Sérgio Matos, especialista Técnico de Educação da Firjan SENAI.

Por isso, especialistas da Firjan SENAI prepararam uma lista de 5 dicas para quem pensa em se capacitar nos segmentos.

1) Amplas possibilidades de atuação - O técnico de Mecânica é o profissional responsável pelo desenvolvimento de projetos, de elaboração e de fabricação de todo tipo de peças, instrumentos, máquinas e sistemas mecânicos. É ele que planeja, executa e supervisiona a manutenção de equipamentos, seja ela preventiva ou corretiva.

O técnico em Refrigeração e Climatização é o profissional que cuida da elaboração e planejamento de projetos e processos de fabricação, montagem e instalação de máquinas e sistemas eletromecânicos de calefação, ventilação e refrigeração. Além de prestar assistência técnica por manutenções preventivas e corretivas, realiza compras e vendas técnicas e prepara documentação técnica. 

2) Capacitação em tecnologia moderna - A mecânica atravessa todos os segmentos da Indústria, abrangendo um vasto campo de atuação profissional e uma grande demanda por suas capacidades técnicas. Um aluno de mecânica passa por todas as fases do desenvolvimento, melhoria e manutenção de um produto ou de um projeto.

No caso da refrigeração, os alunos vão entender os conceitos de eletrônica, automação, IOT (internet das coisas), que são tecnologias presentes nos equipamentos mais modernos. Um dos exemplos é a energia fotovoltaica, que está em bastante evidência no mercado da sustentabilidade, energia limpa e sustentável. Além, claro, de refrigeração e climatização.

3) Profissionais polivalentes - O técnico em Mecânica se capacita para programar, controlar e executar processos de fabricação mecânica para máquinas e equipamentos mecânicos atendendo às normas e aos padrões técnicos de qualidade, saúde, segurança e de meio ambiente.

O técnico em Refrigeração e Climatização é habilitado a planejar, controlar e executar a instalação e a manutenção em equipamentos de refrigeração e climatização residencial, comercial e industrial, seguindo legislação vigente, normas técnicas, ambientais, de saúde e segurança no trabalho e utilizando as boas práticas. 

4) Oportunidades de trabalho nas áreas - Nos últimos 15 anos, a demanda pelo técnico em Mecânica triplicou no estado do Rio de Janeiro, destacando-se na Indústria. A busca por profissionais capacitados a lidar com o desenvolvimento de projetos, e com elaboração e manutenção de máquinas e equipamentos relacionados à automação torna-se, cada vez mais, fundamental. Afinal, o objetivo é diminuir a interferência e erros humanos para ganhos de produtividade e redução de custos.

A demanda pelo técnico em Refrigeração e Climatização aumentou 40% no estado do Rio de Janeiro nos últimos 15 anos. A busca pelo desenvolvimento de projetos relacionados à automação na Indústria, com o objetivo de aumentar a produtividade e reduzir custos, torna necessário resfriar máquinas de maneiras mais eficientes e menos danosas ao meio ambiente, influenciando diretamente o mercado de técnicos em refrigeração. Da mesma forma, o avanço, popularização e desenvolvimento dos novos sistemas de climatização impactam diretamente a demanda por profissionais capacitados a cuidarem desses sistemas.

5) Dicas de ouro para interessados - Aliado aos conhecimentos técnicos específicos, para ser um bom profissional no segmento da Mecânica deve-se desenvolver competências pessoais, como a capacidade de trabalhar em equipe, trabalhar a comunicação e a criatividade. Gostar de matemática e física e ser curioso para manter-se atualizado ante as novas tecnologias também são habilidades que valorizam o profissional.

O técnico da Refrigeração pode e deve desenvolver, além de dominar os conhecimentos técnicos específicos, determinadas competências pessoais, como trabalhar em equipe e se capacitar para a comunicação. Outros fatores que distinguem um bom profissional são: gostar de mecânica, eletricidade, termodinâmica, de desafios e ser curioso para manter-se atualizado sobre as novas tecnologias.

E-books gratuitos

Clique e faça o download dos e-books sobre os mercados de mecânica e refrigeração, preparado por especialistas da Firjan SENAI.

Como se destacar nesse mercado?

A Firjan SENAI está com matrículas abertas para os técnicos em Mecânica e em Refrigeração e Climatização, para turmas com início em fevereiro de 2021.

Live sobre mercado de trabalho

Confira a live da Firjan SENAI sobre Mecânica e Refrigeração:


Foto: Paula Johas | imagem clicada antes da pandemia do novo coronavírus