Quais cursos técnicos podem me ajudar a conquistar um trabalho home office? | Cursos Firjan SENAI

Blog

Para conquistar uma vaga de emprego em home office, modalidade que segue em expansão, um bom começo é investir em qualificação. A Firjan SENAI oferece cinco cursos técnicos do ambiente de Tecnologia da Informação (TI) que podem ajudar você a entrar nesse mercado virtual. “O mercado de TI está se regulando. Se o empregador não ofertar vagas para essa área de forma remota, terá até dificuldade de conseguir um bom profissional. O técnico não precisa estar dentro da empresa, e tem sido comum os profissionais serem contratados para empresas de outra cidade, estado ou até país”, analisa Fernando Pinto, coordenador técnico de Educação Profissional da Firjan SENAI.  

Os cursos técnicos indicados para trabalho remoto são: Informática, Informática para Internet, Design Gráfico, Multimídia e Programação de Jogos Digitais. Em todos eles, o tipo de atividade que você vai desenvolver permite que seja feito no home office. Além de se profissionalizar, o candidato precisa ter a infraestrutura necessária, equipamento de TI e internet de qualidade. Mas em algumas contratações a empresa já fornece um kit com os componentes necessários para o trabalho. 


“A pandemia foi o grande fomentador dessa realidade que já vinha acontecendo em menor escala. O ‘novo normal’ reforçou a condição de trabalho e estudo híbrido ou virtual. Muitas empresas funcionam 100% on-line ou com alguns momentos presenciais. Agora, aumentando de novo os casos de Covid-19, já vemos sinalizações de prefeituras e organizações para o retorno do uso da máscara, o distanciamento e mais horas de home office", acrescenta ele. 

Os cursos técnicos têm duração média de 1.200 horas ou três semestres. Os de Informática e Informática para Internet são oferecidos de forma EAD + prática; e os demais, presencialmente. O ambiente de trabalho é simulado em atividades práticas, o que traz uma bagagem maior ao aluno e valoriza o currículo na hora da busca por emprego. “Os cursos presenciais são os que demandam softwares específicos e infraestrutura mais robusta, o que dificulta fazer on-line. A prática aliada à teoria amplia o universo e a empregabilidade. É importante frisar que quem faz um curso técnico pode começar a trabalhar no curto prazo e ter perspectivas futuras de cursar uma graduação”, destaca Pinto. 

As empresas que mais oferecem vagas de home office são as de Informática, Comunicação, Design e Audiovisual. “Mesmo as que não são específicas desses segmentos possuem profissionais dessas áreas. Entre os benefícios do home office estão não ter a necessidade de se deslocar em transporte público, ter maior controle das questões de saúde e flexibilidade de horário. Em tese aumenta muito a produtividade, mas é preciso disciplina e organização para que as questões de casa não interferirem no trabalho e vice-versa”, complementa. 

Para saber mais sobre os cursos e se inscrever, clique nos links: