Segurança do Trabalho: 5 motivos para investir num curso técnico na área | Cursos SENAI RIO

Blog

A presença de um técnico em Segurança do Trabalho é uma exigência legal dentro de toda empresa, com o objetivo de promover a saúde de seus colaboradores. Cada vez mais requisitada, a capacitação dá ao técnico a competência para prestar assessoria em consonância às normas regulamentadoras e princípios de higiene ocupacional, responsabilidade social, sustentabilidade e ética profissional.

Por isso, especialistas da Firjan SENAI prepararam uma lista de 5 motivos para investir numa capacitação em segurança do trabalho:

1) Exigência legal - Necessária por força de lei, a função do técnico em Segurança do Trabalho é uma obrigação prevista no artigo 162 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e detalhada na Norma Regulamentadora 4, Portaria 3275, que atribui detalhadamente as atividades deste profissional. 

2) Mercado de trabalho - Cada vez mais requisitado por empresas, o profissional responsável pela garantia do cumprimento das obrigações legais dentro de uma organização tem média salarial em constante crescimento.

3) Empregabilidade - O técnico em Segurança do Trabalho é capacitado a atuar tanto em empresas privadas quanto públicas, e em diversos segmentos, tais como construção civil, indústrias, aeroportos, hospitais, instituições de ensino, comércio (atacadista ou varejista), empresas de mineração ou extração de gás e petróleo e concessionárias. E pode ainda prestar consultoria em segurança do trabalho.

4) Diversidade no aprendizado - Para habilitar o profissional a zelar pela integridade física dos trabalhadores durante a sua atividade laboral, o curso técnico oferece um aprendizado amplo. Ao conclui-lo, o técnico em Segurança do Trabalho será capaz de implementar programas para conscientizar os colaboradores, adotar medidas com o objetivo de minimizar acidentes e doenças ocupacionais, e garantir o cumprimento das obrigações legais dentro de uma organização.

5) Rapidez - Os cursos técnicos em Segurança do Trabalho geralmente são realizados em prazos curtos. Com carga de 1200 horas (aproximadamente um ano e meio de duração), a capacitação habilita de forma mais rápida o profissional a atuar, em comparação a um curso superior, por exemplo.

E-book gratuito

Clique e faça o download do e-book sobre o mercado de Segurança do Trabalho, preparado por especialistas da Firjan SENAI.

Como se destacar nesse mercado?

Uma das opções na grade da Firjan SENAI, o curso técnico em Segurança do Trabalho capacita o profissional a monitorar os processos de saúde e executar ações de prevenção dentro das empresas. Reconhecido na área, o diploma permite habilitação técnica junto ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia e a Secretaria Especial de Previdência e Trabalho para habilitação ao exercício da profissão.

“O curso da Firjan SENAI reúne todas as qualidades necessárias para a formação do técnico em segurança do trabalho e é a escolha de pelo menos oito em cada dez empresas”, afirma Luciano Gomes, especialista de produtos da Firjan SENAI.

Live sobre mercado de trabalho

Confira a live da Firjan SENAI sobre Segurança do Trabalho:


Foto: Banco de imagens / Thinkstock